Do obscurecimento à transcendência: a reflexão estética de Emmanuel Levinas